Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O melhor Pai do Mundo

Ser Pai é uma experiência que merece ser partilhada. Este espaço é dedicado a todos os Pais que receberam dos seus filhos o título de "O melhor Pai do Mundo".

17.Mar.18

Pai, como te sentes com 40 anos?

pai-como-te-sentes-com-40-anos.png

Os 40 anos sempre me pareceram um cenário distante, destinado a outras pessoas. Sempre me abstraí da idade, exceto quando precisamos dela para ter acesso a algo, como carta de condução ou um filme no cinema. 

 

Há quem diga que os primeiros 40 nos preparam para realmente vivermos a vida a partir daí. É nos primeiros 40 que vivemos as experiências que mais nos marcam, que definem a nossa personalidade. Verdade, é um facto que as vivi. 

 
Nunca tive uma lista de coisas que queria fazer antes do 40. A vida foi-se moldando aos acontecimentos, fiz alguns planos, mas deixei fluir, sem compromissos obsessivos de "Até aquela idade tenho de...". 
 
Claro que tenho os meus momentos, as experiências que guardo e que nunca vou esquecer. 
 
Lembro-me das casas onde vivi com os meus pais, do primeiro carro que o meu Pai comprou e da primeira viagem que fizemos com ele... que aventura! 
 
Lembro-me quando a minha mãe me disse que ia ter uma irmã, quando ela nasceu e o amor imediato que senti por aquela menina... que hoje é a minha melhor amiga. 
 
Lembro-me quando o meu clube de futebol foi campeão europeu e que vi o jogo ao lado do meu avô que me passou a paixão pelo clube. 
 
Lembro-me dos tempos na faculdade, de como me formei como profissional dos amigos que fiz e como lá conheci a mulher da minha vida. 
 
Lembro-me de todas as experiências profissionais, cá em Portugal, no estrangeiro. Os desafios, a vontade de evoluir e de estar sempre a aprender.
 
Lembro-me do dia mais marcante da minha vida, o dia em que fui Pai. Lembro-me de cada detalhe desse dia, principalmente do momento em que peguei no meu filho recém nascido e pensei “O meu Mundo mudou e está aqui nos meus braços”.
 
Tudo isto são memórias, momentos que nunca vou esquecer. Daqui para a frente a vida continua cheia de desafios, repleta de sonhos por concretizar. Quero continuar a guardar memórias inesquecíveis.
 
Hoje faço 40 anos. Provavelmente já vivi metade da minha vida. Se assim for, acredito que esta segunda metade vai ser igualmente extraordinária.
 
O Pai

2 comentários

Comentar post