Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O melhor Pai do Mundo

Ser Pai é uma experiência que merece ser partilhada. Este espaço é dedicado a todos os Pais que receberam dos seus filhos o título de "O melhor Pai do Mundo".

13.Dez.16

Pai, fizeste uma proposta ao Pai Natal?

pai-fizeste-uma-proposta-ao-pai-natal.png

 

Caro Pai Natal, pensei em escrever-te uma carta mas achei que não iria ter sorte já que deixamos de nos falar há uns bons 30 anos. Seria muito abusador da minha parte, estar tanto tempo sem te dar atenção e agora vir aqui pedir-te presentes. Não vou pedir presentes mas vou fazer uma proposta, uma proposta justa, no meu entender, tendo em conta aquilo que tenho feito pela tua pessoa, por preservar o teu papel bondoso e de mãos-largas.

Sim porque se a minha criança te venera deves-me muito, como deves a todos os Pais e Mães deste Mundo.

Todos os anos apareces em meados de novembro, mas estás sempre a tentar chegar mais cedo. Não sei bem o que tens combinado com os centros comerciais, mas este ano, ainda em outubro, já te via pendurado numa ou noutra loja. Em outubro? Tu queres enlouquecer os Pais? São dois meses até ao dia 24 de dezembro. Não sei se tens filhos, mas convido-te a experimentar ouvir uma criança a falar sobre um assunto durante dois meses, inteirinhos. Já devias saber que "persuasão" é o nome do meio de qualquer criança. Eu como Pai aguento, desde que aceites a minha proposta.Há outra coisa que quero que tenhas em conta. Compreendo que a tua fábrica de brinquedos tenha de escoar o stock em cada ano que passa, mas encher a televisão de propostas? Começo a desconfiar que nunca tiveste de enfrentar as dúvidas de uma criança. Muitas opções não ajudam, só complicam, principalmente a vida dos Pais. Eu como Pai aguento, desde que aceites a minha proposta.

Deves conhecer alguém no Canal Panda e outros do género. Alguém ligado ao marketing ou coisa parecida. Alguém que durante todo o ano injeta ideias muito convincentes na cabeça das crianças, apresenta personagens amorosas e histórias fantásticas. Chegado novembro (ou mais cedo ainda), convida-as a ter esses bonecos em casa: o autocarro da Patrulha Pata, a família do My Little Pony ou os detetives da Playmobil, só para falar em alguns (poucos). Os bonecos estão tão bem na televisão, para quê trazê-los para casa. Eu como Pai aguento, desde que aceites a minha proposta.

De certeza que já pensaste que a tua existência depende dos Pais, da forma como conseguem manter a tua história viva. Sempre que a ideia "O Pai Natal não existe" vem à conversa, os Pais defendem-te e criam, com muita imaginação, a ilusão que tu existes. E tu o que fazes pelos Pais? Hmm... Eu como Pai aguento, desde que aceites a minha proposta.Há mais um aspeto que quero que consideres. Tu tens um ano inteiro para te preparar para uma aparição...de segundos. Todos os anos, no dia 24, o telejornal mostra umas imagens que dizem ser da Lapónia, mas já toda a gente sabe que estás num estúdio algures por aí. Barbas cuidadas, barriguinha farta, sorriso amarelo e vestido de forma impecável. Por acaso já te imaginaste a vestir um fato comprado nos chineses? E a colocar aquelas barbas cheias de pelo a entrar pela boca e pelo nariz? E a barriga? Não nos podemos dar ao luxo de engordar daquela forma, porque depois temos de nos sacrificar no ginásio ou a correr quilómetros durante todo o ano. Já pensaste no que é que um Pai responde ao seu filho quando este pergunta "Pai, tens uns chinelos iguais ao do Pai Natal"?.. Já te perguntaste porque é que há tanta gente a vestir-se como tu? Eu como Pai aguento, desde que aceites a minha proposta.

Recapitulando para que não te esqueças de nada. Os Pais, por ti:

1. Aguentam dois meses a ouvir falar no Natal?
2. Inventam histórias sobre a tua existência?
3. Dizem às nossas crianças para te escreverem uma carta?
4. Respondem "Pede ao Pai Natal" quando vêm um anúncio na televisão?
5. Vestem-se da mesma forma que tu?

Está na hora de te pedir algo em troca, uma única coisa, algo que desde que te conheço nunca conseguiste cumprir.

Pai Natal, a minha proposta é esta, anota por favor: às 23:59 do próximo dia 24 eu quero que a campainha da minha casa toque. Eu próprio vou abrir a porta e quero que sejas tu. Quero que sejas tu entregar um presente ao meu filho.

Simples não é? Conto contigo.

O Pai