Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O melhor Pai do Mundo

Ser Pai é uma experiência que merece ser partilhada. Este espaço é dedicado a todos os Pais que receberam dos seus filhos o título de "O melhor Pai do Mundo".

05.Jul.18

Pai, já sei o que quero fazer nas férias

pai-ja-sei-o-quero-fazer-nas-ferias.png

Imagine que o seu filho chega perto de si e diz: “Nestas férias de verão sabes o que quero fazer?”…”Nada!”.

 

Surpreendente ou talvez não? O nosso ritmo de vida mudou muito nos últimos 30 anos. De certeza se lembra de quando era criança e como passava as suas férias. 

 
Eu lembro-me que como os meus Pais tinham horários desfasados eu passava o final do dia sobretudo com a minha Mãe e a manhã com o Pai. Nos tempos que não dava para ficar nem com um nem com outro, ia para a loja dos meus avós brincar. Recordo-me também de muitas vezes a minha Mãe combinar com as minhas tias para ir brincar com os meus primos, ou então, em último recurso, ficava a brincar com os meus vizinhos, sempre que um adulto ficasse para vigiar.
 
Estou a lembrar-me quando tinha entre os 6 e os 10 anos. Era e continua a ser uma preocupação para os Pais saber como vão ocupar os filhos durante as férias de verão. Mas e se em vez de andarmos preocupados em encontrar a tal ocupação, deixássemos as crianças sem fazer nada programado?
 
É um desafio pensar assim, mas creio que somos um pouco “empurrados” para encontrar atividades que preencham o tempo. Por sentir esta espécie de pressão, nós este ano optamos por experimentar um misto.
 
Temos a felicidade de a família estar aqui mesmo ao lado. Os Avós estão muitas vezes disponíveis para receber o mais pequeno e lhe proporcionar um dia de liberdade total. Sim, os miúdos são especialistas a inventar brincadeiras para ocupar os avós e estes, todos satisfeitos da vida, deixam-nos, literalmente, fazer tudo. Por isso, parte do tempo das férias vai ser passado a mimá-los ao máximo.
 
Na segunda parte das férias a criança vai alargar experiências e conhecimentos. O que é que o miúdo adora (para além do futebol, claro)? Adora criar. E mais? Adora tecnologia? Que criança conhecem que não adora tecnologia? E se pudesse criar, usando a tecnologia e ao mesmo tempo jogar?
 
Então decidimos em conjunto com o nosso filhos fazer uma experiência. Vai criar, com a ajuda da tecnologia, os seus próprios jogos. Sim, é possível. Recentemente descobrimos a Happy Code que é uma escola que ajuda as crianças dos 6 aos 18 anos a desenvolverem competências na área da programação, de simples aplicações para telemóvel ou de criarem pequenos jogos.
 
O miúdo está em pulgas com a possibilidade de criar coisas novas. Uma coisa é certa, vai de certeza ter uma experiência diferente.
 
Finalmente, a parte mais importante de todas as férias. O tempo que vai passar connosco!! Esse sim é o momento alto. Aí vamos mimar e ser mimados, experimentar coisas novas, criar os nossos jogos e chegar ao final do dia contentes por termos feito tudo o que queríamos, incluindo as horas em que estivemos simplesmente sem fazer NADA!
 
Boas férias!
 
O Pai