Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O melhor Pai do Mundo

Ser Pai é uma experiência que merece ser partilhada. Este espaço é dedicado a todos os Pais que receberam dos seus filhos o título de "O melhor Pai do Mundo".

27.Abr.17

Pai, não quero que sejas perfeito

pai-nao-quero-que-sejas-perfeito.png

Este é o meu manifesto de imperfeição!

Há dias fui abordado na rua por uma Mãe que me reconheceu por me ter visto na SIC. Elogiou o meu testemunho e terminou a abordagem a dizer “Era bom que todos os Pais fossem como tu”. 

 
Não tendo sido a primeira vez que esta frase me foi dirigida, desta vez ficou-me na ideia. Pensei para mim “Eu tenho tantos defeitos e tanto a aprender, que me é difícil reconhecer-me como modelo para outros Pais”.
 
O meu testemunho e a mensagem que passo aqui no blog visa incentivar os Pais e as Mães a desfrutarem da melhor maneira possível a experiência de educar um filho. Mostro caminhos, revelo experiências e opiniões, mas não vou mostrar o que é mais correto ou alguma fórmula mágica. Cada Pai é um Pai e cada Mãe é uma Mãe, no esplendor das suas…imperfeições.
 

Eu sou um perfecionista em quase tudo o que faço. Por vezes, esta busca pela perfeição chega a ser obsessiva. Talvez seja esta a minha principal imperfeição. Contudo quando estou com o meu filho, tento baixar ao máximo esta exigência, não passar para ele esta busca pelo ótimo, talvez por não querer que ele seja como eu.

 
Os filhos não exigem Pais perfeitos. Eles gostam de nós desajeitados, eles gostam de nós quando lhes vestimos uma camisola do avesso, quando gaguejamos ao tentar explicar como nascem os bebés, quando ficamos congelados ao conhecer o namorado ou namorada, quando demoramos 10 minutos a mudar a primeira fralda ou acordamos a meio da noite só para ir puxar o lençol.
 

Termos a capacidade de viver com os nossos defeitos como Pais é uma forma de mostrarmos aos nossos filhos que eles próprios não têm de ser perfeitos, que o bom por vezes é melhor que o ótimo.

 
Tenho a certeza que viverão mais descontraídos e, quando forem Pais, o seu instinto paternal estará mais preparado para todos os desafios.
 
Volto ao início. Nenhum Pai, muito menos eu, pode ser comparado a outro Pai. Eu sei ser Pai do meu filho, mas não sei sê-lo dos filhos dos outros, porque esses têm, de certeza, o melhor Pai do Mundo. :)
 
O Pai

4 comentários

Comentar post