Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O melhor Pai do Mundo

Ser Pai é uma experiência que merece ser partilhada. Este espaço é dedicado a todos os Pais que receberam dos seus filhos o título de "O melhor Pai do Mundo".

12.Nov.16

Pai, posso sair à noite?

pai-posso-sair-a-noite.png

A pergunta que nenhum Pai quer ouvir, pelo menos enquanto a sua criança tem menos de...30 anos(!?!?). Agora a sério, qual é a idade em que devemos deixar os nossos filhos entregues a si próprios?

A noite, esse monstro que engole pessoas. Nesta história, a noite tem um sentido mais amplo, pode ser uma festa na matiné, uma viagem para fora do país, ou simplesmente uma ida ao cinema. Tudo cenários diferentes, mas que obriga os Pais a refletir.

Passam pela minha cabeça imagens de Pais com armas em riste (imaginárias, espero), Pais com olhares ameaçadores para os que acompanham o/a filho/a nesta aventura, Pais que dormem nos carros à espera que os filhos saiam da festa. Tudo cenários negros, como a noite, claro.Ok, respire fundo. Vou enumerar as 4 respostas que chegaram em primeiro lugar ao meu pensamento. São apenas 4 mas poderiam ser muitas mais:

Resposta 1: Depende.

O Pai e a Mãe que dão esta resposta estão a tentar reunir doses de confiança para finalmente dar asas ao seu rebento. Uma decisão deste calibre é influenciada pelo estado de maturidade da criança/adolescente, pelo círculo de amizades e aquilo que se conhece desses amigos, pelo local onde se vai desenrolar a saída e uma outra série de fatores que os Pais devem incluir mediante o seu próprio instinto.

Resposta 2: Sei lá, nem quero pensar nisso já.

Esta é a resposta de Pais com filhos mais pequenos. Mas atenção, rapidamente chegam as festinhas da escola, o acampamento de férias, os torneios de futebol fora da cidade. Preparar-se é observar outros exemplos, falar com Pais que já passaram por esta fase e retirar daí alguns ensinamentos.

Resposta 3: Aos 18, mas...

O 18 continua a ser o número psicológico que marca a entrada na idade adulta. A minha opinião é diferente. Talvez há uns 20 ou 30 anos, ter 18 anos significava que a vida de um adolescente era-lhe entregue e a partir daí ele dependia de si próprio para vingar. O mundo mudou muito e os Pais foram quase que obrigados a "guardar" os seus filhos até mais tarde, permitindo-lhes prolongar a adolescência por mais uns anos. Depois há que ter em conta a personalidade de cada um. Eu lembro-me que com 18 anos já tinha o meu emprego em part-time, comprei um carro e geria as minhas contas. Não creio que os 18 anos hoje sejam assim, na maioria das situações. Por isso, não se ligue a números, confie na sua avaliação e, mais uma vez, no seu instinto.

Resposta 4: Até deixo, mas eu quero estar lá a um cantinho.

Este é o sonho dos Pais. Como a minha mãe costuma dizer "Eu queria ser uma mosquinha para ver o que se passa". Esta resposta é um típico "Nim". Qual é o filho que aceita que o seu Pai ou a sua Mãe estejam no mesmo sítio? Nenhum? Calma, eu acredito que até pode resultar. Por exemplo, eu faço questão de ir com o meu filho ao seu primeiro festival de música. Um a sério, não aqueles para as famílias e tal. Logo avaliarei qual a margem que lhe vou dar e também a que ele quer que eu lhe dê. Se este cenário for bem aceite, sobretudo se for bem construído, acredito que eu possa estar lá a um cantinho, sem precisar de ser uma mosquinha.

Haverá, certamente, muito mais respostas por isso convido todos a deixarem nos comentários que resposta dariam se um filho lhe pedisse, pela primeira vez, para sair à noite.

O Pai