Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O melhor Pai do Mundo

Ser Pai é uma experiência que merece ser partilhada. Este espaço é dedicado a todos os Pais que receberam dos seus filhos o título de "O melhor Pai do Mundo".

18.Out.18

Pai, o que é que conversas com outros Pais?

Facebook-pai-o-que-conversas-com-outros-pais.png

Desde o primeiro dia em que criei este blog, assumi um papel de ativista pela valorização da posição do Pai na educação dos seus filhos. Ser ativista é influenciar, é motivar, é passar uma mensagem positiva para que os homens não percam a oportunidade da sua vida e sejam Pais a 100%.

 
Neste sentido, tenho-me associado a instituições e marcas que me possibilitem estar em contacto com Pais e também com Mães. A perspetiva do Pai, a sua visão das coisas e a sua forma de encarar a educação dos filhos é um pouco diferente da Mãe. Diferente em sentido restrito, não é melhor nem pior. É este olhar que eu tenho para passar.
 

Nos últimos meses, tive a oportunidade de me juntar a grupos de Pais e partilhar com eles a minha experiência, mas também ouvir os seus medos, as suas expetativas e a sua ideia sobre a parentalidade. Nestes grupos, exclusivamente constituídos por homens, encontro sobretudo Pais grávidos de primeira viagem, algo ansiosos por aquilo que está prestes a acontecer, mas muito focados no seu papel.

 
Eu lanço os temas e absorvo as reações transformando-as em pequenos relatos de experiência, em histórias, muitas delas descritas no blog e que servem para ilustrar que ser Pai tem tanto de desafiante como de apaixonante.
 
Claro que sendo uma conversa cheia de sentimento e emoção, os Pais abrem-se e confessam que não se sentem preparados para abraçar o maior desafio da sua vida. Partilham como viveram a gravidez, como assistiram na primeira fila ao nascimento do instinto maternal e como toda a família e círculo de amigo se une em torno de um acontecimento.
 
Facilmente leio nos olhos destes Pais uma felicidade extrema, muitos deles sentiram-se até agora durões e nada lamechas e agora vêem-se de lágrima fácil e muito emocionais. Quem mantém a ideia que os homens quando se juntam só falam de mulheres e futebol, desengane-se, os homens falam dos filhos, das coisas boas e das menos boas.
 
É incontornável que as pessoas que trabalham comigo e com quem me cruzo durante o dia me associem ao blog e puxem assuntos sobre ser Pai. Às vezes relatam que leram uma história e se reviram outras vezes descrevem conquistas que alcançaram com os filhos. Eu fico grato e muito orgulhoso por receber estas abordagens. Como escrevi no início, foi precisamente por isto que comecei a partilhar as minhas experiências.
 
Li algures uma frase que me marcou e fez-me tirar as dúvidas que tinha sobre avançar com o blog e todas estas iniciativas. A frase era qualquer coisa do género “Se tens uma ideia que pode mudar o Mundo, do que é que estás à espera?”. Eu senti-me provocado, desafiado a fazer algo. Não refleti muito confesso, a maioria dos meus pensamentos afunila para a família e aí resolvi avançar. “Ser Pai pode mudar o Mundo”,  pensei. E porque não, se posso influenciar diretamente os meus filhos a serem boas pessoas e influenciar outros Pais a cultivarem este espírito, estarei a contribuir para um Mundo melhor. É quase como mover uma pequena pedra na rua… mas tudo conta.
 
O Pai 

2 comentários

Comentar post