Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O melhor Pai do Mundo

Ser Pai é uma experiência que merece ser partilhada. Este espaço é dedicado a todos os Pais que receberam dos seus filhos o título de "O melhor Pai do Mundo".

13.Set.19

Pai, quero ficar mais tempo de férias

pai-quero-ficar-mais-tempo-de-ferias.png

O regresso à Escola marca o final das férias, é uma lei de La Palisse e aquela altura do ano em que os Pais suspiram para que passe rápido, tais são os afazeres associados ao arranque do ano letivo. Este ano, as nossas férias foram diferentes dos anos anteriores, eu e a Mãe tivemos de dividir férias e o tempo que passamos todos juntos resumiu-se a 2 semanas. Esta situação trouxe-nos um sabor agridoce, por um lado conseguimos estar 100% presentes nos primeiros meses da nossa bebé, por outro gozar férias à vez não é tão compensador.
 

Para além de nós Pais, o nosso filho mais velho sentiu e muito este período. Se em outros anos nos dizia que queria ir para a Escola mais cedo que o previsto, este ano, as férias para ele foram curtas. Sim, claro, esteve mais de 2 meses de férias, mas como está habituado a que este período tenha mais presença do Pai e a Mãe ao mesmo tempo, desabafou connosco “Quero ficar mais tempo de férias”.

 
Notámos que este tempo junto da irmã criou uma ligação muito forte entre os dois. Se a mais pequena vê no irmão a grande referência, o mais velho “adotou” a irmã como fazendo parte do seu dia-a-dia. Este é o aspeto mais positivo que retiramos destas férias, a relação que os irmãos construíram. Fica para a vida, acredito eu.
 
Nas férias houve espaço para tudo, para atividades tecnológicas como o mais velho gosta, muito futebol, praia, passeio com a família, até umas férias sem os Pais. Não temos a preocupação de preencher demasiadamente o período de férias, nem a obsessão de manter sempre as crianças entretidas. Nas férias é legítimo eles não terem nada para fazer, sentirem-se aborrecidos porque estão demasiado relaxados. Quem dera aos Pais voltar a ter esta sensação nas férias, verdade?
 
Como em tudo na vida, há um começo e um fim. E o fim, neste caso, marca o regresso à Escola. A nostalgia das férias passa logo nos primeiros dias. As novidades passam a encher as conversas e tudo é feito com o máximo de expectativa para um novo ano. Ao contrário da ideia generalizada da maior parte dos Pais, nós gostamos do regresso às aulas. Sentimos a adrenalina das crianças como se fossemos nós a entrar na Escola. Obviamente que estes primeiros dias nós deixamos o coração em constante aperto, mas ao mesmo tempo este aperto dá-nos vida, porque sabemos que a Escola só lhes faz bem.
 
Espero que este ano seja mais um cheio de novos conhecimentos e conquistas…para todos, nós Pais e para as nossas crianças. Quanto às férias, resta-nos esperar (e suspirar) que elas voltem…
 
O Pai