Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O melhor Pai do Mundo

Ser Pai é uma experiência que merece ser partilhada. Este espaço é dedicado a todos os Pais que receberam dos seus filhos o título de "O melhor Pai do Mundo".

06.Set.18

Pai, tu também estás grávido?

pai-tu-tambem-estas-gravido.png

Desde o primeiro dia da gravidez que me considero um Pai grávido. Quando me perguntam “De quanto tempo está a Mãe?”, eu respondo “Estamos com X semanas”. A admiração é geral e até dá azo a uma gargalhada: “Ah Ah, tu também estás grávido?”.

 
Seria um ato pouco inteligente da minha parte não me envolver em mais este momento único na minha vida. Afinal, quantas vezes é que somos ou seremos Pais? Poucas. Para mim é a segunda e estou a adorar tanto como na primeira, sendo que nesta tenho uma perspetiva mais tranquila e menos ansiosa. Nem tudo é desconhecido, mas continua a ser tudo uma experiência que não poderia desperdiçar por nada deste mundo.
 

Adoro estar grávido! Gosto de conversar com a médica que nos acompanha e ela até confiar em mim determinadas indicações para a Mãe. Eu sei tudo, as semanas, as vitaminas, as medidas, as tensões, os valores dos exames… tudo. 

 
Claro que não faltei a nenhuma consulta pré-natal. Nem nesta gravidez, nem na primeira. Assumi que estaria sempre presente, avisei a empresa disso mesmo e entreguei-lhes desde logo um calendário com as datas previstas.
 
Acompanhar cada passo da gravidez é algo que cada Pai deveria ter como principio. Não meramente porque a Mãe precisa de acompanhamento, mas porque nós homens temos um esforço redobrado em interiorizar que vamos ser Pais. Nós não sentimos o bebé, nós não sentimos as mudanças no corpo ou as oscilações de humor. Com isto quero dizer que o nosso instinto paternal vai sendo construído ao longo do tempo e o tempo de gravidez é a primeira etapa da viagem.
 
Também valorizo imenso o curso de preparação para o parto. Acaba por ser o momento, para além das consultas, em que estamos verdadeiramente a preparamos para sermos Pais. Normalmente este curso é feito por Pais de “primeira viagem”. O mesmo aconteceu connosco, fizemos na primeira gravidez, mas nesta segunda mantemos apenas algumas conversas com a enfermeira que nos acompanhou, só para tirar umas dúvidas e nos atualizarmos.
 
Há dias, fomos ao hospital para uma consulta pré-natal. Foi ao início da tarde, num dia normal de trabalho. Entramos na sala de espera e estavam umas 4 ou 5 Mães bem grávidas. Ao lado de cada grávida estava o Pai. Não falhou um, 5 em 5 estavam ali grávidos também. Acreditem que senti um enorme orgulho em cada Pai que ali estava. Isto sim é uma evolução que o homem foi conquistando. A mulher é sem qualquer tipo de dúvida o centro das atenções, mas ali, na sombra, lado a lado, tem de estar o homem a viver tudo como se fosse ele que tivesse um bebé dentro da sua barriga.
 
Força Pais!
 
O Pai